Home Contactos
  • Facebook
Logo ASAE
    Logo MinEconomia
    banner de topo

    3. Quando foi efetuada a Avaliação Nacional de Risco de BC e de FT

     

    3. Quando foi efetuada a Avaliação Nacional de Risco de Branqueamento de Capitais e de Financiamento do Terrorismo?

    Em junho de 2015 foi concluída a primeira avaliação nacional dos riscos de branqueamento de capitais e de financiamento do terrorismo (ANR), elaborada pelo Grupo de Trabalho constituído pelo Despacho n.º 9125/2013, de 12 de julho, do Ministro de Estado e das Finanças. Dentro das tarefas deste Grupo de trabalho destacam-se:

    • Promover a realização de avaliações sectoriais do risco de branqueamento de capitais e de financiamento do terrorismo e da proliferação de armas de destruição em massa e consolidar numa avaliação nacional desses riscos.

    • Fazer o levantamento de todos os instrumentos normativos, regulamentares e operacionais em vigor e compará-los com o exigido pelos novos padrões do GAFI.

    • Elaborar propostas legislativas, regulamentares e operacionais necessárias para assegurar a conformidade com tais Padrões, tendo em conta também os resultados das tarefas acima mencionadas e as exigências decorrentes da alteração da Diretiva 2005/60/CE da EU (já em fase avançada de elaboração).


    A ANR teve em vista colocar Portugal em conformidade com os novos padrões internacionais de luta contra o BC/FT (em especial, as recomendações do GAFI), e dotar as suas autoridades de um instrumento essencial para utilizar, de forma mais eficaz, os escassos recursos disponíveis e para poder aplicar medidas preventivas proporcionais à natureza dos riscos, otimizando dessa forma os seus esforços. As autoridades supervisão e fiscalização do sector financeiro e não financeiro identificaram quais os sectores que apresentavam riscos potenciais mais elevados, e aqueles que apresentavam um risco mais baixo, ponderando riscos e vulnerabilidades, e propondo um conjunto de medidas para mitigar tais vulnerabilidades e tendencialmente eliminar ou minimizar tais riscos.


    A síntese com as principais conclusões do relatório resultante da análise desenvolvida pelo respetivo Grupo de Trabalho pode ser consultada em:
    (www.asae.pt) e em
    (http://www.portalbcft.pt/sites/default/files/anexos/sintese_da_avaliacao_nacional_de_riscos_de_bc-ft.pdf).



    » 
    Voltar às FAQs



    ASAE, março 2017

    Portal da Comissão de Coordenação BCFT
    • Reg 765 + Medidas Restritivas
    • Denúcias
    • Livro de Reclamações
    • Asae Topics in Other Languages
    • BCFT
    • COMPETE 2020
    • FISAAE
    • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
    • Simplex
    • EEPLIANT 2
    66