Home Contactos
  • Facebook
Logo ASAE
    Logo MinEconomia
    banner de topo

    Consumo de Cogumelos Silvestres

    Consumo de Cogumelos Silvestres


    Consumo de Cogumelos Silvestres


    Para sua Segurança: Se não conhece, não apanhe, não consuma!

     

    A Divisão de Riscos Alimentares da ASAE alerta para os cuidados necessários a ter em conta na apanha de cogumelos silvestres em campos para consumo próprio. A ingestão de cogumelos silvestres venenosos continua a provocar intoxicações em Portugal, sobretudo no outono e, também, na primavera. No território nacional estão identificadas pelo menos 1000 espécies de cogumelos, das quais cerca de 150 são tóxicas e 10 são mortais, sendo que algumas destas espécies tóxicas têm um aspeto muito semelhante a espécies comestíveis. Um dos exemplos mais referidos é o caso do género de cogumelos designado por Amanita, que inclui espécies como A. phalloides ou A. virosa que são responsáveis pela grande maioria dos envenenamentos que resultam em morte. Estes cogumelos contêm vários tipos de toxinas peptídicas (amatoxinas, falotoxinas e virotoxinas) que causam danos ao nível do fígado e rins ou falha cardíaca. Estas espécies têm semelhanças com outras que são comestíveis como o Agaricus campestris ou Amanita caesarea.

    As intoxicações por cogumelos são muito variadas, e alguns sintomas iniciam-se num tempo relativamente curto, entre 3 a 4 horas depois de terem sido ingeridos podendo, em alguns casos, aparecer de forma dilatada no tempo, entre 10 a 48 horas após a ingestão, quando as toxinas já se encontram na circulação sanguínea. Neste último caso, é importante realçar que a seguir ao aparecimento dos primeiros sintomas ocorre geralmente um período de remissão, com sinais de melhoras que não correspondem a uma melhoria efetiva, uma vez que é nesta altura que se desenvolvem as lesões no fígado e os rins. Nestes casos pode mesmo ocorrer a morte. Vómitos, diarreia, mal-estar geral são os sintomas mais característicos de ocorrer. 

    De forma a evitar intoxicações, os cuidados a ter são os seguintes:

    ATENÇÃO

     

       ATENÇÃO: Em caso de intoxicação ligue para o 112 ou 808 24 24 24.


    • Não se devem colher cogumelos silvestres sem haver certeza de que pertencem a uma espécie de cogumelos que não se identifique como absoluta segurança.

    • Os cogumelos devem ser colhidos já depois de terem atingido um certo grau de maturidade, de modo a evitar possíveis confusões com espécies eventualmente venenosas;

    • É necessário recolher exemplares adultos, maduros e completos, com cuidado de não estragar o contorno, para observar minuciosamente todos os detalhes morfológicos.

    • Os cogumelos devem ser transportados em cestos ou similares para permitir o arejamento e evitar que se deteriorem.


    Atualizado em: junho 2014

     
    • Reg 765 + Medidas Restritivas
    • Denúcias
    • Livro de Reclamações
    • Asae Topics in Other Languages
    • BCFT
    • FISAAE
    • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
    • Simplex
    • EEPLIANT 2
    66