Home Contactos
  • Facebook
Logo ASAE
    Logo MinEconomia
    banner de topo

    Temperatura de Colocação de Alimentos no Frigorífico

    Temperatura de Colocação de Alimentos no Frigorífico

    Em termos gerais, as bactérias responsáveis pela deterioração dos alimentos, algumas das quais patogénicas (que provocam doenças), podem-se multiplicar entre os 5 e os 65ºC, podendo essa multiplicação ser muito rápida entre os 20 e os 55ºC. Considera-se, por isso, o intervalo de temperaturas entre os 5 e os 65ºC como uma zona de risco. Deve-se evitar que os alimentos perecíveis permaneçam na zona de risco durante períodos de tempo prolongados (nunca superiores a 2 horas).

    Quando os alimentos são destinados a pessoas pertencentes a um grupo de risco, como são os casos dos bebés, das crianças, dos idosos ou de pessoas imunodeprimidas, os cuidados devem ser redobrados, pois as consequências de uma eventual infecção ou intoxicação alimentar podem ser muito graves.

    É comum a ideia de que não se devem introduzir alimentos quentes no frigorífico. Mas, ao contrário do que muitas vezes se pensa, o prejuízo não é para o alimento que lá estamos a colocar, mas sim para aqueles que já lá se encontravam e que correm o risco de ficarem sujeitos a um aumento de temperatura. Se tal acontecer, além do aumento do consumo energético, todos os alimentos presentes no frigorífico podem entrar na zona de risco referida, deteriorando-se mais rapidamente.

    Mas a solução não é esperar que os alimentos fiquem frios após várias horas à temperatura ambiente.  No Verão ou no Inverno em casas muito aquecidas isso pode ser impossível.

    Conselhos relativamente à temperatura de colocação de alimentos quentes (nomeadamente a sopa) nos frigoríficos:

    1.  Não se devem introduzir nos frigoríficos alimentos/bebidas a ferver;

    2.  Os alimentos/bebidas devem ser arrefecidos rapidamente em recipientes bem fechados. O arrefecimento pode ser feito colocando o recipiente (bem fechado) em gelo ou em água fria, ou pode ser feito à temperatura ambiente desde que esta seja suficientemente baixa para garantir que o alimento fica morno em pouco tempo;

    3.  O arrefecimento é mais rápido se os alimentos/bebidas se encontrarem em recipientes pequenos. Para arrefecer mais rapidamente pode-se dividir o alimento/bebidas (sopa, por exemplo) em pequenas caixas. Normalmente, após distribuição do alimento por pequenas caixas provoca o arrefecimento suficiente para se poder colocá-las imediatamente no frigorífico. No entanto, isto depende do alimento/bebida e do frigorífico em questão. Se o frigorífico for moderno e tiver registo de temperatura, convém verificar que esta não sobe muito e durante um alargado período de tempo.

    • Reg 765 + Medidas Restritivas
    • Denúcias
    • Livro de Reclamações
    • Asae Topics in Other Languages
    • BCFT
    • FISAAE
    • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
    • Simplex
    • EEPLIANT 2
    66