Home
  • Facebook
  • Instagram
Logo ASAE
Logo MinEconomia
banner de topo


Todos os corantes do grupo Sudan
(i.e. I, II, III e IV) pertencem ao grupo dos corantes azóicos, mais especificamente monoazo (Sudan I e II) e diazo (Sudan III e IV).

Apesar do Sudan I ser o mais estudado do ponto de vista toxicológico, todos eles partilham várias propriedades bioquímicas, entre as quais a capacidade de formarem intermediários reactivos após biotransformação, em várias espécies de mamíferos.

Estes corantes são corantes industriais utilizados na coloração de plásticos e outros materiais sintéticos, sendo por esse motivo mais baratos e estáveis do que os corantes alimentares. O uso de corantes do grupo Sudan deve ser considerado indevido, não sendo corantes permitidos em alimentos.

Os corantes azóicos Sudan I-IV podem ser cindidos em aminas após ingestão oral, tendo algumas delas demonstrado possuir um efeito carcinogénico e potencialmente genotóxico.

Dado o seu mecanismo de acção, não pode ser recomendada nenhuma dose para estes compostos a partir da qual a acção carcinogénica poderia ocorrer (dose limiar). Isto também significa que não pode ser recomendada nenhuma dose diária admissivel.

  • COVID-19 ASAE
  • Denúncias  / Denúncias COVID-19
  • Livro de Reclamações
  • Reg 765 + Medidas Restritivas
  • Asae Topics in Other Languages
  • Não paramos. Estamos ON!
  • PROJETOS COMPETE 2020
  • BCFT
  • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
  • Simplex
  • EEPLIANT 2
66