Home
  • Facebook
  • Instagram
Logo ASAE
Logo MinEconomia
banner de topo

Dioxinas e PCB o que são e onde estão?

Dioxinas


Dioxinas é o nome genérico dado ao conjunto de 75 dibenzo-p-dioxinas policloradas (PCDD) e 135 dibenzofuranos policlorados (PCDF), dos quais 17 apresentam toxicidade revelante. As dioxinas não são produzidas intencionalmente, ocorrem numa série de processos químicos, e formam-se em pequena quantidade em quase todos os processos de combustão.

 

 
Policlorobifenilos

Os policlorobifenilos (PCB) sob a forma de dioxinas foram substâncias químicas produzidas industrialmente, mas cuja produção se encontra proibida desde 1985.

Dioxinas e PCB’s são compostos estáveis, persistentes, altamente tóxicos, cancerígenos, teratogénicos, que  podem aparecer em matrizes orgânicas, inorgânicas e biológicas.

 

 
Laboratório de Físico-Química (LFQ)

A via mais relevante de exposição humana às dioxinas e PCB’s prende-se com a ingestão de alimentos, sendo a principal fonte os produtos de origem animal (carne,  leite, ovos, peixe e seus derivados). Por conseguinte, é cada vez mais urgente controlar estes contaminantes não só nos géneros alimentícios mas logo no início da cadeia alimentar, ou seja, a nível das matérias-primas e dos alimentos compostos para animais.

O Laboratório de Físico-Química (LFQ), do Departamento de Riscos Alimentares e Laboratórios (DRAL) da ASAE detém o estatuto de Laboratório Nacional de Referência e está acreditado para estes ensaios. Está também integrado na rede de laboratórios Nacionais de Referência da UE para a análise de Dioxinas e PCB sob a forma de dioxina em géneros alimentícios e matérias-primas e produtos destinados à alimentação animal.

Dotado de técnicos altamente especializados neste tipo de análise, presta serviços para organismos oficiais e entidades particulares, designadamente associações de produtores e operadores económicos diversos, que necessitam controlar a qualidade quer das suas matérias primas quer dos seus produtos acabados, de modo a cumprirem com os limites legais estabelecidos nas diretivas comunitárias, para as diferentes matrizes.

Nos últimos 12 meses o LFQ analisou, para ensaios, um total de 112 amostras: 90 amostras no âmbito de controlo oficial (18 do PCNA e 72 de outros organismos públicos) e 22 amostras de clientes externos. Este controlo é fundamental para a garantia da segurança alimentar sendo este o único laboratório nacional com capacidade de realização destas análises.

 

Atualizado em: dezembro 2015

 
  • COVID-19 ASAE
  • Denúncias  / Denúncias COVID-19
  • Processos de Contraordenação
  • Livro de Reclamações
  • Reg 765 + Medidas Restritivas
  • Asae Topics in Other Languages
  • Não paramos. Estamos ON!
  • PROJETOS COMPETE 2020
  • BCFT
  • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
  • EEPLIANT 2
66