Home
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
Logo ASAE
LogoMinEconomia e Mar
banner de topo
riscos para a Saúde da exposição aos Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos (HAP

A natureza lipofílica dos HAPs, facilita a sua absorção através da pele, por ingestão ou por inalação, sendo rapidamente distribuídos pelo organismo.

Estudos em roedores revelaram que por exposição oral, a absorção no tracto gastrointestinal é rápida, a sua distribuição ocorre em todos os orgãos, podendo acumular-se no tecido adiposo, assim como atravessar a placenta. O processo de biotransformação, inclui a bioactivação dos HAPs por enzimas hepáticas do citocromo P450 a diolepóxidos (Fase I) e posterior conjugação com o ácido glucorónico ou sulfatos (Fase II). A maior parte dos metabolitos conjugados(60%) são eliminados por excreção biliar. No entanto, a microflora intestinal pode hidrolisar estes conjugados, o que pode conduzir á circulação enterohepática, com subsequente aumento do tempo de semi-vida destes xenobióticos. A excreção urinária é responsável por cerca de 3% da excreção total[5,7,17]

  • Denúncias  / Denúncias COVID-19
  • Processos de Contraordenação
  • Livro de Reclamações
  • Reg 2019/1020 + Medidas Restritivas
  • Asae Topics in Other Languages
  • PROJETOS COMPETE 2020
  • BCFT
  • Fraude Alimentar
  • Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA)
  • EEPLIANT 2
66